'Digo alô ao inimigo, encontro um abrigo no peito do meu traidor...'

27 de mar de 2009

Nada impulsiva...

Se eu tivesse oito horas pra derrubar uma árvore, passaria seis afiando meu machado...





[C L]

O Valor do Tempo...

Para entender o valor de um ano: Pergunte a um estudante que não passou nos exames finais; Para entender o valor de um mês: Pergunte a mãe que teve um filho prematuro; Para entender o valor de uma semana: Pergunte ao editor de uma revista semanal; Para entender o valor de uma hora: Pergunte aos apaixonados que estão esperando o momento do encontro; Para entender o valor do minuto: Pergunte a uma pessoa que perdeu o avião, o trem, ou o ônibus; Para entender o valor de um segundo: Pergunte a uma pessoa que sobreviveu a um acidente; Para entender o valor de um milisegundo: Pergunte a uma pessoa que ganhou a medalha de prata nas olimpiadas; O tempo não espera por ninguém. Valorize cada momento de sua vida.


...Se eu te escondo a verdade, baby, é pra te proteger da solidão

Faz parte do meu show
Faz parte do meu show, meu amor

Meu amor, meu amor, meu amor...

"A vida tem caminhos estranhos, tortosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreesível e excitante. As vezes que tentei morrer foi por não poder suportar a maravilha de estar vivo e de ter escolhido ser eu mesmo e fazeraquilio que eu gosto - mesmo que muitos não compreendam ou não aceitem."

[C F A]
"Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era seu. "



[C F A]
Extremos da Paixão...
"... Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio. Não compreendo como querer o outro possa pintar como saída de nossa solidão fatal. Mentira: compreendo, sim. Mesmo consciente de que nasci sozinho do útero de minha mãe, berrando de pavor para o mundo insano, e que embarcarei sozinho num caixão rumo a sei lá o quê, além do pó. O que ou quem cruzo esses dois portos gelados da solidão é vera viagem: véu de maya, ilusão, passatempo. E exigimos o eterno do perecível, loucos".
[...] sabe que o meu gostar por você chegou a ser amor, pois se eu me comovia vendo você, pois se eu acordava no meio da noite só pra ver você dormindo, meu Deus...como você me doía! De vez em quando eu vou ficar esperando você numa tarde cinzenta de inverno, bem no meio duma praça, então os meus braços não vão ser suficientes para abraçar você e a minha voz vai querer dizer tanta, mas tanta coisa que eu vou ficar calada um tempo enorme...só olhando você, sem dizer nada só olhando e pensando: Meu Deus, mas como você me dói de vez em quando!



[C F A]
;(

"Acho que sou bastante forte para sair de todas as situações em que entrei, embora tenha sido suficientemente fraco para entrar."





[C F A]
Em vão...

Não, você não sabe, você não sabe como tentei me interessar pelo desinteressantíssimo.




[C F A]