'Digo alô ao inimigo, encontro um abrigo no peito do meu traidor...'

27 de mai de 2010


'Os sensíveis são simultaneamente mais infelizes e felizes que os outros.'


Clarice Lispector
"Depois que cansei de procurar aprendi a encontrar.
Depois que um vento me opôs resistência,
velejo com todos os ventos."

(Friedrich Nietzsche)

23 de mai de 2010


Eu tenho uma porção de coisas pra te dizer,
dessas coisas assim que não se dizem costumeiramentes,
sabe, dessas coisas tão difíceis de serem ditas
que geralmente ficam caladas.
Por que nunca se sabe nem como serão ditas,
nem como serão ouvidas. Compreende?'

CAIO F ABREU

19 de mai de 2010


Eu não vou falhar. Não porque não posso, mas porque não quero.

Caio Fernando Abreu












Às vezes, quando ainda valia a pena, eu ficava horas pensando que podia voltar tudo a ser como antes.

Caio Fernando Abreu

18 de mai de 2010

'NÃO TE NEGUES, MINHA SEDE É CLARA...'

' C F A'

16 de mai de 2010


"Porque já não temos mais idade para,
dramaticamente, usarmos palavras
grandiloqüentes como "sempre" ou "nunca".
Ninguém sabe como, mas aos poucos
fomos aprendendo sobre a continuidade
da vida, das pessoas e das coisas. Já não
tentamos o suicídio nem cometemos
gestos tresloucados. Alguns, sim - nós, não.
Contidamente continuamos. E substituímos
expressões fatais como "não resistirei" por
outras mais mansas, como "sei que vai passar".
Esse é o nosso jeito de continuar, o mais
eficiente e também o mais cômodo, porque
não implica em decisões, apenas em paciência.”

CAIO FERNANDO ABREU

14 de mai de 2010





















"E todos os dias ficarei tão alegre que incomodarei os outros, o que pouco me importa, já que eu tantas vezes sou incomodada pela alegria superficial e digestiva dos outros."

[CLARICE LISPECTOR...]


6 de mai de 2010

"Tenho me confundido na tentativa de te decifrar, todos os dias. Mas confuso, perdido, sozinho, minha única certeza é que de cada vez aumenta ainda mais minha necessidade de ti. Torna-se desesperada, urgente. Eu já não sei o que faço. Não sinto nenhuma outra alegria além de ti.
Como pude cair assim nesse fundo poço? Quando foi que me desequilibrei? Não quero me afogar: Quero beber tua água. Não te negues, minha sede é clara."

CAIO FERNANDO, SEMPRE...